TRABALHO

Sherloquinho tomou conhecimento que o ‘trabalho’ feito para salvar o mandato do deputado João Maia, deu certo. Afinal, o presidente…

Sherloquinho tomou conhecimento que o ‘trabalho’ feito para salvar o mandato do deputado João Maia, deu certo. Afinal, o presidente do PR está em alta para ser o vice de Henrique Alves e suas bases de federal, irão para Felipe Maia, filho do senador José Agripino. Portanto, Henrique e Agripino ficam muitíssimo satisfeitos com a anulação do processo de João Maia na Justiça Eleitoral.

INQUÉRITO

O advogado Lauro Maia e o deputado estadual Gilson Moura, ainda terão muita dor de cabeça com a delação premiada do ex-diretor do IPEM, Richardson Macedo. Além dos problemas no IPEM, ambos podem responder também por falcatruas na ATIVA. Ministério Público tem vasto material e está analisando documentos.

LARANJA

Pessoas ligadas ao ex-senador Fernando Bezerra, dizem que ele anda chateado com o fato de que o PMDB não aguardou sua resposta para ser ou não candidato a governador. Para ele, a consulta que foi feita por Henrique, junto a prefeito, serviu para desgastar seu nome, diante da negativa quase unânime das lideranças ao seu nome. A condição de candidato laranja ficou ainda mais evidenciada por contas das reuniões individuais do PMDB.

CONSULTA

O fato é que há um candidato, cujo convite oficial foi formulado pelo PMDB e o possível candidato estabeleceu um prazo para decidir. Inicialmente, o PMDB havia dito que estava aguardando a decisão de Fernando Bezerra. Depois, mudou de posição e

CANDIDATO

Fernando Bezerra ainda não descartou completamente a possibilidade de ser candidato a governador pelo PMDB. Tanto é assim que o pai de Sílvio conversou com o prefeito Carlos Eduardo e questionou o filho de Agnelo a respeito de nomes que poderia utilizar em uma futura administração. Disse também ao prefeito que, caso fosse eleito governador, ambos iriam firmar permanente parceria administrativa.

PATRIMÔNIO

O Promotor de Justiça Augusto Carlos Rocha de Lima assumiu no dia 21 de janeiro deste ano a coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa do Patrimônio Público (CAOP-PP). Augusto é Promotor de Justiça do MPRN desde julho de 2010, mas sua experiência nesse CAOP vem de longa data. Ainda estudante do curso de Direito, foi estagiário nesse Centro. Na sequência, aprovado em concurso público para o cargo de técnico ministerial, foi lotado naquela mesma unidade do MPRN.

PATRIMÔNIO II

Augusto Carlos Rocha de Lima retorna ao seu primeiro local de trabalho na Instituição, agora como promotor de justiça e coordenador do Centro, com a missão de promover medidas que apóiem e incrementem o trabalho que é realizado pelos promotores que atuam na defesa do patrimônio público em todo o Estado. Bonita história. Sucesso ao jovem promotor.

PATRIMÔNIO III

E quem assumiu a coordenação do Grupo de Atuação Regional de Defesa do Patrimônio Público (GARPP), também do MPRN, foi o Promotor de Justiça Eduardo Medeiros Cavalcanti. Bastante conhecido em Mossoró e região pela condução da Operação Sal Grosso, que desbaratou um esquema de fraudes que existia na Câmara de Vereadores daquela cidade, Eduardo agora vai atuar no auxílio direto a promotores de defesa do patrimônio público com ações sobre matérias estratégicas predeterminadas pelo Procurador-Geral de Justiça.

DEMAGOGIA

A jornalista Laurita Arruda, mulher do deputado Henrique Alves, noticiou em seu blog, a visita da governadora Rosalba Ciarlini a São José de Campestre. Em determinado momento, Laurita escreve sobre a Rosa: “Rosalba entregou filtros, distribuiu tortas de algodão, visitou casas populares e quadra de esportes. Fez o que mais sabe e gosta de fazer; andar, abraçar e sorrir para o povo”. É, uma governadora com os predicados de gostar e saber mais andar, abraçar e sorrir para o povo, não poderia ter um resultado diferente na gestão.

DOSSIÊ

A coluna recebeu e-mail do deputado Antonio Jácome: “Caro amigo Túlio Lemos, Assinante do JH e leitor diário de sua coluna, ví com surpresa, o alerta de Sherloquinho, sobre possíveis “dossiês” que estariam sendo preparados contra mim. Gostaria de emitir minha opinião: 1. Acredito piamente na informação, Sherloquinho tem fontes privilegiadas e não costuma errar. 2. Só não creio no poder destruidor dos “dossiês”, porque nada forjado, manipulado, inventado pode prosperar. 3. Deus tem me abençoado nestes 26 anos de vida pública, inclusive, fazendo-me crescer na adversidade. 4. Estou firmado no que diz o livro de Salmos, no capítulo 27. “O senhor é a minha Luz e a minha Salvação, de quem terei medo? O Senhor é a minha Fortaleza, a quem temerei? Ainda, que a guerra estoure contra mim, no Senhor, confiarei.”.

Compartilhar: