Traição e tristeza, define vitorioso técnico Bernardinho sobre escândalo

A crise na CBV começou com a denúncia de pagamento de comissões em contratos assinados diretamente com o Banco do Brasil por serviços de agenciamento, intermediação e assessoria na negociação de patrocínio

Bernardinho desabafa com crise no vôlei. Foto:Divulgação
Bernardinho desabafa com crise no vôlei. Foto:Divulgação

Um dos responsáveis pela evolução do vôlei nacional à condição de potência, tanto no masculino como no feminino, Bernardinho está revoltado com as acusações de desvio na Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) realizadas pelo site do canal ESPN. Nesta sexta-feira, o técnico da seleção masculina cobrou providências.

“Meu sentimento é de tristeza e traição. O vôlei não merece isso”, definiu Bernardinho, em entrevista à TV Globo.

A crise na CBV começou com a denúncia de pagamento de comissões em contratos assinados diretamente com o Banco do Brasil por serviços de agenciamento, intermediação e assessoria na negociação de patrocínio. Nesta sexta, mais um capítulo do caso: Ary Graça, presidente licenciado da entidade, confirmou a renúncia, mas segue no comando da Federação Internacional.

Fonte:Terra

Compartilhar: