Tribunal condena multimilionário corrupto à pena de morte

Liu Han e seu irmão foram declarados culpados de formação de quadrilha mafiosa e assassinato, entre outros delitos

Foto de 16 de janeiro de 2011 mostra o milionário Liu Han, condenado à morte após ser declarado culpado de liderar uma quadrilha que ordenou a eliminação de rivais. Foto: Divulgação
Foto de 16 de janeiro de 2011 mostra o milionário Liu Han, condenado à morte após ser declarado culpado de liderar uma quadrilha que ordenou a eliminação de rivais. Foto: Divulgação

Um tribunal chinês condenou nesta sexta-feira um multimilionário da mineração, que mantinha vínculos com o ex-chefe mafioso da segurança Zhou Yongkang, por assassinato e o condenou à morte.

Liu Han dirigia a empresa Hanlong, que chegou a fazer uma oferta de um bilhão de dólares para comprar uma companhia australiana.

Ele e seu irmão Liu Wei foram declarados culpados de formação de quadrilha mafiosa, assassinatos e outros delitos, segundo o Tribunal Popular de Xianning.

Os irmãos e seus três cúmplices foram condenados à pena capital.

O grupo dos irmãos Liu, com sede na província de Sichuan, matou oito pessoas e feriu tantas outras em suas atividades delituosas durante quase vinte anos, segundo o tribunal.

Outros 31 acusados por este caso receberam condenações que vão de três anos de prisão a penas de morte com surcis, e que serão comutadas por prisão perpétua, segundo a imprensa oficial.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade