TSE

Na próxima semana, o Tribunal Superior Eleitoral deve julgar os outros três recursos com pedido de efeito suspensivo encaminhados pela…

Na próxima semana, o Tribunal Superior Eleitoral deve julgar os outros três recursos com pedido de efeito suspensivo encaminhados pela defesa da prefeita afastada de Mossoró, Cláudia Regina. Na Capital do Oeste, é dado como certo que ela conseguirá voltar ao cargo.

DESMORALIZAÇÃO
Acontecendo a volta de Cláudia Regina a Prefeitura de Mossoró, antes do julgamento do mérito dos processos, é a confirmação da falta de “moral” da Justiça Eleitoral. Como pode um gestor cassado 15 vezes continuar administrando uma cidade? Até porque é bem provável que o mérito do recurso não seja julgado antes de 2015, devido à atenção exclusiva que o TSE deverá dar as eleições de 2014. Ou seja: ganhando o recurso, Cláudia Regina deverá ganhar um ano de mandato.

2014
O ano eleitoral começou e, até o momento, temos apenas um nome para o Governo (Robinson Faria) e um nome para o Senado (Fátima Bezerra). E o “teto de vidro” é o problema de quem ainda não lançou candidatura. Atrasar o lançamento do nome é o segredo nesses casos.

REFORMA NO SECRETARIADO
Os secretários de Rosalba, Aldair da Rocha (Segurança), Rogério Marinho (Desenvolvimento Econômico) e Leonardo Rêgo (Recursos Hídricos), devem deixar o Governo neste início de ano. A justificativa do Executivo é o interesse deles nas eleições de 2014. Isso pode até valer para Aldair da Rocha e Rogério Marinho. Para Leonardo, a afirmação não parece ter muita lógica.

REFORMA II
Leonardo Rêgo tem Getúlio Rêgo, pai dele, para apoiar na reeleição para a Assembleia Legislativa e não parece estar disposto a investir numa busca pela Câmara Federal. A saída de Leonardo Rêgo, na verdade, representaria uma insatisfação dele com a falta de autonomia na Semarh. Ele estaria sendo cobrado por aliados, se esforçado para dar respostas, mas não conseguido devido ao engessamento administrativo.

ALTO DO RODRIGUES
O leitor Renan Santos, envia a seguinte nota para a coluna de Túlio Lemos:

“Caro amigo editor venho solicitar que republique a matéria sobre ações contra mal gestores. O Prefeito Abelardo Rodrigues filho do DEM é o campeão do RN de novembro a dezembro de 2013, foram 12 ações de improbidade e danos ao erário, com valores que ultrapassam 1 milhão e 700 mil e outros também que ultrapassam os 790 mil reais, já com os bens e contas bancárias pessoais bloqueadas, ele já perdeu na 2ª instância, o TJRN negou a autorização do desbloqueio dos bens dele, no dia 18 de dezembro, e têm mais 20 denúncias na fila para ser serem ajuizadas, aguardo republicação desta matéria, segue os números das ações e os danos ao erário”.

RESPOSTA
Este editor não achou sentenças nos processos enviados por Renan Santos.

Compartilhar: