Ubaldo Fernandes ameaça deixar base do prefeito Carlos Eduardo ALVES

Ele lembra que já existe a formação do G10, um grupo de vereadores da Câmara Municipal de Natal que vota em bloco e pode dificultar as ações do prefeito Carlos Eduardo

RHT5H54U56UU

O vereador Ubaldo Fernandes, do PMDB e da base aliada, alerta o prefeito Carlos Eduardo no sentido de que parlamentares poderão deixar a bancada situacionista caso continue a falta de atenção por parte de alguns secretários com relação a pleitos encaminhados para a população por vereadores que segundo ele, não estão sendo desconsiderados, caracterizando falta de atenção e respeito, não só aos vereadores, legítimos representantes do povo, mas principalmente aos natalenses que precisam do Poder Público. “Se esse comportamento não mudar, alguns vereadores poderão deixar a base do prefeito na Casa, dificultando assim, a aprovação de projetos de interesse do Poder Executivo”, adverte o peemedebista, lembrando que já existe a formação do G10, um grupo de vereadores da Câmara Municipal de Natal que vota em bloco e pode dificultar as ações do prefeito Carlos Eduardo.

Ubaldo Fernandes reportou-se sobre uma oferta ao município de Natal de 2 bibliotecas públicas através da FIERN, cuja entrega da documentação está sendo procrastinada por alguns secretários correndo o risco do município perder o benefício por falta de interesse por parte da prefeitura. “Solicito que o novo secretário-chefe do Gabinete Civil, Kléber Fernandes tenha mais cuidado que seu antecessor e oriente os demais secretários responsáveis pela documentação para que Natal não tenha esse prejuízo. O líder do prefeito, Júlio Protásio está fazendo sua parte, mas é preciso que o relacionamento entre secretários e vereadores melhorem”, disse o vereador Ubaldo Fernandes.

“Alguns secretários de Carlos Eduardo parece que têm um rei na barriga, e um dos exemplos é Thomás Neto, da SEMOP, que sequer me recebeu para discutir problemas da capital reivindicados pela população”, disse Ubaldo Fernandes, acrescentando que devido a falta de atenção estão sendo convocados a secretária Elequicina Santos e o próprio Thomás Neto a dar explicações no plenário da Câmara Municipal.

Compartilhar: