Último show de Bell Marques com Chiclete tem Pink Floyd e empurra-empurra

Último show de Bell com Chiclete tem Pink Floyd e empurra-empurra

YTJTYEJTYJTY

Cerca de duas mil pessoas acompanharam o último show do Chiclete com Banana com Bell Marques nos vocais na noite de quinta-feira (27). O grupo de axé, no entanto, ainda toca em cima do trio neste Carnaval baiano, antes do vocalista e guitarrista começar sua carreira solo.

Tocando um hit atrás do outro, Bell brincou, sem se referir à despedida. “Estou tocando rapidinho pra dar tempo de tocar todas”, disse ainda no começo do show, que aconteceu dentro do Camarote de Salvador, com transmissão ao vivo pela internet.

Não faltaram os sucessos que fizeram do Chiclete uma das principais grupos de axé do Brasil, movimentando fãs e vendendo abadás como água durante o Carnaval baiano. Sem falar muito, o vocalista cantou “Não Vou Chorar” e “Diga Que Valeu”. Antes de entoar o hino dos chicleteiros, “Quero Chiclete”, o grupo chegou a tocar um trecho de “In The Flesh”, do Pink Floyd.

Com o espaço para o show abarrotado, o camarote esvaziou. Houve empurra-empurra na plateia, mas os fãs que chegaram a pagar R$ 1,8 mil (para homens, último lote) não ligaram e pularam como se fosse o último dia de Carnaval.

“Não sei ainda como vai ser com a saída do Bell. Não consigo nem imaginar”, disse a estudante mineira Maria Ribeiro, 23. “Por isso estou aqui. Para aproveitar esse momento”, explicou ao UOL no meio da muvuca.

Nas rádios baianas, a música solo de Bell, “Nicolau”, não é nenhum “Lepo Lepo”, hit onipresente do Psirico, mas tem tocado com certa frequência. Já o Chiclete tem novo vocalista, Rafa Chaves, e identidade visual repaginada, além de música nova com título significativo, “Vida Que Segue”. O novo Chiclete, no entanto, só poderá ser testado nos circuitos no Carnaval do ano que vem.

 

Fonte: BOL

Compartilhar:
    Publicidade