Últimos assentos são instalados, mas falta a vistoria dos bombeiros

Arquibancadas móveis do Arena das Dunas finalmente foram concluídas

56U56U54U

O impasse entre o Governo do Estado e a empresa contratada para instalar os assentos móveis no estádio Arena das Dunas chegou ao fim. De acordo com a Secretaria Extraordinária para Assuntos da Copa (Secopa-RN), o serviço foi concluído nesta segunda-feira (9) e as 11.744 cadeiras já compõem a estrutura do estádio com vistas para a Copa do Mundo. O Governo do RN assinou um contrato de quase R$ 10 milhões pelo serviço, aumentando a capacidade do Arena para 42 mil pessoas durante o mundial de futebol.

Para liberação do estádio por completo para a realização da Copa do Mundo, ainda falta uma última vistoria pelo Corpo de Bombeiros. Essa vistoria, voltada exclusivamente para a estrutura móvel da arquibancada, seria realizada na tarde de hoje. Porém, segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, eles foram informados pela Secopa que a vistoria será adiada.

“Provavelmente será na quinta-feira [12 de junho]. Eles nos informaram que houve um atraso e um novo contato será feito com a corporação amanhã, de modo a acertar o horário da vistoria”, informou o tenente Couceiro, assessor de comunicação do Corpo de Bombeiros.

O secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, esteve em Natal no início do mês, onde participou de uma reunião fechada na Arena das Dunas com representantes do Comitê Organizador Local e do Governo do Estado. No encontro, Valcke se mostrou preocupado com as obras de mobilidade urbana em torno do estádio e cobrou celeridade na conclusão da instalação das arquibancadas móveis, além das estruturas que serão utilizadas pela imprensa.

As obras de mobilidade de Natal começaram a ser entregues nesta segunda-feira (9), com a liberação de trechos que compreendem a Avenida Prudente de Morais, no entorno do Arena. Outras obras serão liberadas até o inicio do mundial, faltando apenas um viaduto, localizado na marginal da BR-101.

Já a respeito de outras estruturas temporárias exigidas pela FIFA, como as estruturas para a imprensa, geradores de energia e conteiners, por exemplo, ainda não se sabe por quantas andam. A Secopa, que investiu cerca de R$ 23 milhões nesses aparatos com verba do Governo do RN, ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Arena das Dunas tinha prazo inicial de entrega no dia 31 de dezembro de 2012 e custo previsto de R$ 320 milhões. Acabou sendo entregue – sem estar pronta para a Copa – com mais de um ano de atraso e a um custo de R$ 420 milhões, valor que não inclui as estruturas provisórias. Tudo será pago pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

 

Compartilhar:
    Publicidade