Um ano após assalto, atacante volta ser preso por tentativa de homicídio

Suelck, do Linhares, foi preso quando chegava para treinar, nesta quarta-feira

Suelck, atacante. Foto: Divulgação
Suelck, atacante. Foto: Divulgação

Um ano após ser pego em flagrante roubando um sítio no Espírito Santo, o atacante atacante Suelck, do Linhares, voltou a frequentar as delegacias capixabas nesta quarta-feira. O jogador chegava para treinar, mas, acusado de homicídio, foi surpreendido por um mandado de prisão e encaminhado à Penitenciária Regional de Linhares (PRL). O jovem de 21 anos admitiu o crime durante a abordagem policial.

Segundo investigações da Polícia Civil do Espírito Santo, o atacante e um amigo estava na BR-101 e avistaram a vítima, que estava e uma moto. A dupla deu meia volta, se aproximou do motociclista e efetuou os disparos. O crime teria aconteu ano passado por um conta de uma disputa entre gangues rivais dos bairros Pó do Shell e do Bairro Juparanã.

O presidente do Linhares, Adauto Menegussi, afirmou que o clube dará apoio jurídico ao jovem. No último sábado, o atacante esteve em campo na derrota para a Desportiva, por 2 a 1, em jogo válido pela 14ª rodada do Capixabão.

Esta não é a primeira vez que o atacante é detido por problemas extracampo. Ano passado, quando também atuava pelo Linhares, ele foi preso em flagrante com outros dois individiuos por terem roubado um sítio. Ele acabou respondendo o caso em liberdade, mas desta vez pode se complicar.

Fonte: Futebol Interior

Compartilhar: