Urbana realiza operação para conscientizar natalenses acerca da limpeza pública

Paralelo à limpeza do viaduto do IV Centenário, a Urbana intervém, ainda, no viaduto da praia do Forte pela segunda vez

Operação “Nossa cidade mais limpa”, no viaduto do Complexo do IV Centenário. Foto: Divulgação
Operação “Nossa cidade mais limpa”, no viaduto do Complexo do IV Centenário. Foto: Divulgação

A poluição visual e os danos ao patrimônio público têm causado prejuízos à paisagem de Natal e, por conseguinte, à população que paga impostos e vê monumentos e obras viárias pichadas e depredadas. Visando à recuperação de viadutos na capital, a Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) e secretarias parceiras vão unir forças mais uma vez neste sábado (25), às 8 horas, na retomada da operação “Nossa cidade mais limpa”, no viaduto do Complexo do IV Centenário.

Esta será a terceira intervenção da Prefeitura no complexo viário localizado na zona Sul. Concomitantemente à limpeza do viaduto do IV Centenário, a Urbana intervém, ainda, no viaduto da praia do Forte pela segunda vez.

Conforme o presidente da Urbana, Jonny Costa, o propósito da operação é chamar a atenção da sociedade para a retomada de uma cidade mais limpa e saudável. Ele acredita que os protestos estão causando prejuízos concretos à cidade. “Em vez de avançarmos para outras áreas, estamos sempre voltando aos pontos mais visados pelos manifestantes”, explicou Jonny Costa.

Após a intervenção nos viadutos do IV Centenário e no da praia do Forte, o mutirão vai fazer mais uma vez limpeza no túnel que dá acesso à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e no viaduto da Urbana. Para isso, a Companhia conta com o apoio das secretarias de Serviços Urbanos, Meio Ambiente e Urbanismo, Mobilidade Urbana e a Guarda Municipal. A Semurb, por exemplo, cede a tinta para apagar as pichações.

De acordo com o gestor, nas operações anteriores verificou-se o consumo de drogas no Complexo do IV Centenário. Neste tipo de situação, a Polícia Militar é chamada a intervir. Em cada operação, são envolvidas em torno de 60 pessoas, entre homens e mulheres. Após a limpeza, a Semurb afixa um cartaz no local informando a lei que proíbe a depredação do patrimônio público.

Ainda segundo Jonny Costa, a Urbana vai agir preventivamente e fazer uma campanha educativa de conscientização ambiental nas escolas públicas, e mais para frente a ideia é instalar um sistema de câmeras para flagrar os infratores e responsabilizá-los criminalmente, contando com o apoio da Guarda Ambiental.

Compartilhar:
    Publicidade