URBANA

As denúncias de irregularidades na Urbana não ficam só no falatório de Dedé e sua equipe. O ex-gerente da Companhia…

As denúncias de irregularidades na Urbana não ficam só no falatório de Dedé e sua equipe. O ex-gerente da Companhia mostrou, em entrevista a este interino, que tem tudo muito bem documentado. Inclusive, a constatação de utilização de caçambas pagas pela Urbana para recolher lixo em zonas de responsabilidade das terceirizadas.

URBANA
Na realidade, diante das denúncias de Dedé, o que fica é que a Urbana é uma terra sem lei (ou sem prestação de contas), onde os pagamentos podem ser feitos de qualquer forma. O velho “é só dar o ok”. O problema foi que, quando Dedé chegou e passou a cobrar mais controle, o problema se formou e o gerente salvador da limpeza pública de Natal acabou se tornando um empecilho.

DESCARTÁVEL
Na realidade, tão descartável quanto Dedé disse que foram os caçambeiros para a direção da Urbana, foi o próprio Dedé e sua equipe para Carlos Eduardo. Afinal, ele comandou uma equipe que deu a alma, os feriados e as noites de descanso para limpar Natal. Tudo em prol do que pediu o prefeito. Só não esperavam eles que seriam descartados assim, pouco depois. A pergunta que fica é: será que o prefeito está sabendo disso? Que daqueles que ele chamou em casa, convidou pessoalmente, foram agora descartados?

JOÃO FAUSTINO
Pena a morte de João Faustino. Para amigos e pessoas próximas a ele, a certeza de que o ex-suplente de senador José Agripino foi um dos maiores injustiçados pelas ações do Ministério Público.

NOVO PROCURADOR
A partir de 1º de março haverá mudanças na composição dos membros que exercem as funções de Procurador Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) e Procurador Regional Eleitoral da Procuradoria da República no Rio Grande do Norte (PR/RN). Os procuradores da República Caroline Maciel e Ronaldo Sérgio Chaves Fernandes exercerão a função de PRDC como titular e substituto, respectivamente, pelo período de dois anos. Já Gilberto Barroso de Carvalho Júnior e Rodrigo Telles de Souza atuarão como procuradores regionais eleitorais, titular e substituto, respectivamente, também por dois anos.

TCE
Na sessão plenária de hoje , o Tribunal de Contas do Estado, pelo critério de rodízio, através de sorteio, designou o conselheiro Poti Júnior  como relator das contas do governo do estado, referente ao exercício de 2014. O conselheiro Gilberto Jales, sorteado anteriormente, arguiu suspeição alegando questão ética pelo fato de haver participado da gestão da governadora Rosalba Ciarlini como secretário. O conselheiro Carlos Thompson é o relator das contas do governo referente ao ano de 2013.

Compartilhar:
    Publicidade