Urina na piscina pode comprometer sistema repiratório

Pesquisadores chineses alertam que reação química da urina com o cloro causa diversos prejuízos à saúde

Urinar na piscina pode causar prejuízos ao coração, pulmão e sistema nervoso. Foto: Getty Images
Urinar na piscina pode causar prejuízos ao coração, pulmão e sistema nervoso. Foto: Getty Images

Cientistas chineses alertam que o hábito nada higiênico de fazer xixi na piscina pode causar problemas de saúde, incluindo dificuldess respiratórias. Isto porque a urina misturada ao cloro faz com que processos químicos causem prejuízo ao corpo, segundo informações do site inglês Daily Mail.

“Se os nadadores pararem de urinar nas piscinas, a qualidade da água e do ar melhoram muito independente dos outros tratamentos convencionais que a piscina recebe”, explica o cientista responsável pelo estudo, da China Agricultural University.

Os cientintas analisaram amostras da água de diversas piscinas e, em contato com produtos químicos, mostravam quais tinham suor e urina. Aquelas que tinham ácido úrico reagiram de forma severa com o cloro usado na limpeza das águas, dando origem à moléculas de cloreto de cianogênio, composto que pode afetar pulmão, coração e sistema nervoso central, caso seja inalado.

Estudos anteriores mostravam ainda ligação entre este composto químico ao comprometimento da função do pulmão em nadadores adultos, além de coceira nos olhos, coriza e perda de voz.

 

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade