Aplicação da vacina contra a HPV nas escolas do município começa terça-feira

A campanha contra o HPV é uma parceria com o Ministério da Saúde e está acontecendo em mais oito capitais do Nordeste

Foto:Divulgação
Foto:Divulgação

Com o objetivo prevenir o câncer de colo de útero e outros tumores que podem ser causados pelo HPV, o Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) dará início na próxima terça-feira (1º de abril), a uma campanha de vacinação contra a doença nas escolas.

A ação será iniciada pela Escola Municipal José de Andrade Frazão, localizada na Avenida Boa Sorte, nº 1834, Loteamento Jardim Progresso no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, no Distrito Norte II, no horário das 08h00 às 12h00. No período da tarde, das 13h00 às 17h00, a vacinação ocorrerá na Escola Municipal Professor Waldson Pinheiro, localizada na Rua São Francisco, nº 361, também no bairro Nossa Senhora da Apresentação.

“A campanha contará com a unidade móvel do Ministério da Saúde. A população alvo a ser vacinada é formada por adolescentes com idade de 11 a 13 anos. A vacinação contra o HPV segue por tempo indeterminado no município, sendo oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em todas as unidades de saúde”, destacou o diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, Carlos Magno Oliveira.

A segunda dose será aplicada seis meses depois da primeira, ou seja, no mês de setembro, quando ocorrerá um Dia “D”. Esse ciclo não pode ser quebrado, porque a vacina perde a eficácia. Isso evidencia a importância da participação e o compromisso dos pais e responsáveis, como também de um movimento educativo de sensibilização nas escolas, para que a campanha atinja seu objetivo.

A campanha contra o HPV é uma parceria com o Ministério da Saúde e está acontecendo em mais oito capitais do Nordeste: São Luiz, Teresina, Fortaleza, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju e Salvador.

A SMS seguindo a orientação do Ministério da Saúde implantou a vacina HPV no calendário básico de vacinação do adolescente, no dia 10 de março, e está disponível nas unidades de saúde de Natal.

Compartilhar: