VAIAS ANTECIPADAS

A coluna Painel, da Folha de São Paulo, afirma que a viagem para Natal na próxima quarta-feira pode render dor…

A coluna Painel, da Folha de São Paulo, afirma que a viagem para Natal na próxima quarta-feira pode render dor de cabeça a presidente da República Dilma Rousseff, do PT. Manifestantes querem aproveitar a inauguração da Arena das Dunas para protestar contra os gastos com a Copa do Mundo na capital potiguar. A turma também deve ir ao estádio pedir a saída de Rosalba Ciarlini (DEM). Na última ida ao RN, a presidente tentou, em vão, conter uma vaia à governadora Rosalba.

VAIADA POR DEFESA
Para quem não lembra, ao visitar as obras do IFRN em Ceará-Mirim, a presidente Dilma Rousseff tentou pedir respeito à governadora e acabou vaiada também. O curioso disso é que, se aproximar de Dilma, no lugar de ser benéfico para Rosalba, acaba trazendo dor de cabeça à presidente.

PT E PMDB
Por sinal, a Folha de São Paulo também noticiou “apesar de ensaiar uma trégua na ameaça de rebelião até a presidente Dilma Rousseff definir seu espaço na reforma ministerial, o PMDB promete endurecer nas negociações com o PT para a formação de palanques regionais. A cúpula do partido, reunida anteontem, avaliou a realização de uma pré-convenção para tratar das alianças regionais. Foi discutida uma mudança na orientação para os diretórios locais concedendo maior independência nas composições. As principais divergências entre PMDB e PT estão no Rio de Janeiro, Ceará, Piauí, Bahia, Maranhão e Paraná. PT e PMDB estão ‘naturalmente’ juntos em quatro Estados, segundo levantamento dos peemedebistas”.

AFASTAMENTO PERMITIDO
Em outras palavras, isso quer dizer que o PMDB de Henrique Alves está livre para negociar com outros partidos que não sejam, necessariamente, o PT. Mais uma boa notícia para a ex-governadora Wilma de Faria, presidente do PSB no RN. E, de certa forma, isso também responde ao deputado estadual Fernando Mineiro, do PT, que nesta semana afirmou que a aproximação de PMDB e PSB no RN enfraquecia a aliança nacional do PT e PMDB. Até porque isso significa que a petista Fátima Bezerra perde espaço na chapa majoritária – e o projeto de eleição de novos senadores fica prejudicado.

ACORDÃO
“PMDB não fechou nenhum chapão. Vai sim conversar com todos que queiram somar e agregar força política nesses dias difíceis do Rio Grande do Norte”, afirmou Henrique Eduardo Alves ao Blog Carlos Santos. Contudo, ao que parece, ele pode até não ter fechado ainda, mas tem o interesse disso. Se não fosse assim, já teria descartada DEM e PSDB da possibilidade de coligação. Ou então dito ao PSB e ao PT que vai mesmo se coligar com eles.

PRESÍDIO
O Jornal de Hoje deste final de semana repercute a notícia da revista Época sobre a situação dos presídios do RN. Mais uma vergonha nacional para o Estado e, novamente, com relação ao sistema penitenciário. E uma tragédia anunciada e noticiada há meses e que se repete rotineiramente. As masmorras do RN são terras sem lei. E faz tempo.

Compartilhar:
    Publicidade