Vendas de ovos de Páscoa em Natal devem crescer menos que em 2013

Estimativa de vendas é menor em relação a 2013

trhjtuj65j

Com ovos de Páscoa até 10% mais caros no varejo, a expectativa é que as vendas cresçam um pouco menos em relação ao ano passado. Segundo o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas do RN, Adelmo Freire, a comercialização de ovos cresceram este ano 4,5% em relação ao ano passado, quando esse mesmo crrescimento foi de 6,5% em relação ao ano anterior.

Apesar do reajuste, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) espera que as vendas no setor cresçam 7,2% na Páscoa de 2014 sobre igual período de 2013. Já o comércio atacadista de alimentos aposta num incremento máximo de 4% nas vendas sobre 2013. A elevação nos preços do chocolate, um dos produtos mais procurados nessa época, provocou a freada no consumo.

A aposta para tentar diminuir a queda este ano são os brindes que acompanham os ovos, especialmente com motivos ligados à Copa do Mundo. Para Adelmo Freire, muitos segmentos varejistas tiveram que se adequar ao período da Copa para melhorar suas vendas, já que outros terão negócios menores pela contaminação que o próprio evento exerce sobre o mercado como um todo.

No caso da Páscoa, comemorada daqui a duas semanas, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) projetam crescimento de 3,5% para as vendas a prazo dos ovos, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Confirmando essa possibilidade, este será o resultado mais fraco dos últimos quatro anos. O índice é calculado com base nas consultas para vendas nos sete dias que antecedem o início do feriado de Páscoa, entre o Domingo de Ramos e o Sábado de Aleluia, de 13 a 19 de abril, deste ano.

A Páscoa figura entre as seis datas comemorativas mais importantes do calendário varejista e, apesar da previsão negativa, deve movimentar cerca de R$ 2,04 bilhões em 2014. Pela ordem, as datas mais importantes em termos de vendas são: Natal, Dia das mães, Dia das Crianças, Dia dos Namorados e Páscoa.

Entre 2012 e 2013, o valor médio do quilo do chocolate para ovo de Páscoa no varejo subiu 12,8%, para R$ 97, segundo a consultoria Nielsen. A empresa mostra que, em 2013, as vendas em volume de ovos de Páscoa tiveram queda de 10% em relação a 2012. Por causa dos preços mais altos, houve uma pequena alta, de 0,9%, em valores.

Esta semana, a Secretaria de Proteção e Defesa do Consumidor do Rio de Janeiro, suspendeu a venda do ovo de páscoa Bis Xtra + Chocolate, da Lacta por causa de uma mensagem “personalize a embalagem com adesivos e sacaneie seu amigo”, na embalagem do produto. A frase foi considerada como um incentivo à discriminação entre crianças e adolescentes. Já os adesivos continham expressões como “morto de fome”, “nerd” e “nervosinho”.

Em processo administrativo, o Procon do Rio numa época em que o bullying é debatido nas escolas, considerou inadmissível que um produto direcionado a crianças e adolescentes incite qualquer tipo de violência.

Compartilhar: