Vendas promocionais pós-natalinas animam os lojistas do Natal Shopping

-Embora sabendo que a melhor data de vendas do comércio varejista em todo o país é o ciclo pré-natalino, período…

-Embora sabendo que a melhor data de vendas do comércio varejista em todo o país é o ciclo pré-natalino, período do ano em que maioria dos consumidores percorre as lojas em busca do presente a ser dado às pessoas queridas, ainda assim os lojistas que integram o mix do Natal Shopping Center se articulam no sentido de tentar estender por mais alguns dias o bom movimento em seus estabelecimentos, após o 25 de dezembro.
- Segundo o presidente da Associação de Lojistas do Natal Shopping, Gustavo de Oliveira, a ideia do grupo é lançar uma campanha de descontos nos dias que se seguem ao natal, pelo menos até a véspera do ano novo, época em que um número enorme de pessoas recorre às lojas para fazer a troca de mercadorias recebidas de presente.
- Os comerciantes mais animados com o projeto são os que atuam em segmentos relacionados com moda feminina e masculina, calçados, materiais esportivos e equipamentos eletrônicos.
- Para Gustavo de Oliveira, “a troca dos presentes é uma oportunidade que o lojista tem para receber o cliente de novo na loja e isso acaba resultando em novas compras, especialmente se houver o estímulo da concessão de descontos”.
- E conclui o presidente da Associação de Lojistas afirmando que no Natal Shopping, além do novo complexo de 170 lojas, o cliente ainda tem à disposição opções de entretenimento, como o recém inaugurado conjunto de salas de cinema.

Natura aproveita o período do natal para incentivar o  empreendedorismo

- A Natura, empresa líder no Brasil na área de produção e comercialização de cosméticos e produtos de higiene e beleza, tem praticado nos últimos anos a política de aproveitar o período natalino para criar oportunidades de crescimento para quem trabalha como consultor no setor de vendas diretas.
- Até 2013, pesquisa realizada pela ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Venda Direta), já contabiliza no Brasil mais consultores atuando nesse segmento do que a população do Uruguai. No corrente ano o volume de negócios no setor movimentou R$ 18,4 bilhões, montante 5,9 por cento superior ao registrado em 2012.
- A consultora natalense Eliete de Sousa Pereira, que escolheu trabalhar com Vendas Direta dos produtos Natura há mais de seis anos, é um desses empreendedores que usam criatividade para ter sucesso e ganhar novos clientes, investindo em cestas personalizadas e decoradas para o natal, que são entregues na casa do cliente. Para atender todos os pedidos, ela prepara o estoque com produtos de muita saída e itens que os clientes gostam para presentear nesta época.
- “Neste período tenho o dobro de vendas em relação aos outros meses. Mas não é só isso: quando faço algo diferente e ofereço vantagens, além de fidelizar meus clientes, consigo ser indicada para outras pessoas, que passam a me eleger como consultora para o ano todo”, explica a consultora.
- Fundada em 1969, a Natura adota como modelo de negócios a venda direta e alcançará este ano uma receita líquida superior a R$ 6,3 bilhões. A companhia conta com cerca de 1,5 milhão de consultoras e quase 7 mil empregados, que atuam nas operações do Brasil, Argentina, Chile, México, Peru, Colômbia e França.

 

Exportações pesqueiras do RN caíram em 2013

- Pelos dados recém divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, as  exportações de pescado do Rio Grande do Norte sofreram redução em 2013, na comparação com os números alcançados em 2012.
- A perda maior aconteceu nas vendas de peixes. Enquanto no ano passado o Estado exportou 13,5 milhões de dólares (2,5 mil toneladas) de atum para outros países, este ano as vendas ficarão abaixo de US$ 9 milhões (pouco mais de 1,3 mil toneladas).
- No caso da lagosta, aconteceu um pequeno acréscimo nas exportações: elas cresceram de 111,3 mil quilos em 2012 para 135,9 mil quilos este ano, gerando negócios pouco superiores a US$ 4,3 milhões. Para que se tenha ideia do baixo volume exportado pelas empresas de pesca do RN, o vizinho Ceará direcionou para o estrangeiro mais de US# 30 milhões em lagostas.
- A boa notícia no setor de pescado é que nossos produtores de camarão em cativeiro voltaram em 2013 a vender parte de sua safra no mercado externo: 1,8 mil toneladas exportadas renderam à balança comercial potiguar soma pouco superior a US$ 2 milhões de dólares.

Correios e PF fecham acordo para combater assaltos às agências

- Os Correios e o Departamento de Polícia Federal assinaram acordo de cooperação técnica para a implantação de ações integradas visando a prevenção e a repressão de roubos a carteiros e assaltos às agências postais em todo Brasil, com o objetivo de proteger os funcionários e a clientela da estatal.
- O acordo irá permitir a ampliação, a nível nacional, das ações que foram adotadas com sucesso no último ano pelos dois órgãos na região metropolitana de São Paulo. As iniciativas resultaram na redução de 36 por cento no número de roubos a carteiros e na prisão de diversas quadrilhas especializadas.
- O acordo ainda prevê o desenvolvimento de projetos de interesse comum, voltados para a área de logística, recursos humanos, inteligência e tecnologia da informação, entre outras. As ações serão implantadas por meio de protocolos de execução específicos. Além disso, os Correios estão investindo cerca de R$ 240 milhões, no biênio 2013/2014, em recursos de segurança (contratação de serviço de escolta armada e vigilantes, uso de rastreadores para veículos e para encomendas e aquisição de sistemas de alarme para agências, entre outros).

Qualitek comemora cinco anos de atuação  

- A empresa Qualitek Tecnologia, presente no RN, comemora, este mês, cinco anos de atuação no mercado nacional de Tecnologia da Informação e soluções para a internet.
- Fundada em 2008 pelo empresário Rodrigo Jorge, a Qualitek vem se destacando no mercado pelo compromisso com o cliente e pela qualidade apresentada nos projetos executados.
- Com mais de 500 clientes atendidos em 21 estados do Brasil, a empresa tem se consolidado no segmento de segurança da informação no Nordeste enquanto se expande para as demais regiões.
- Atualmente, a empresa possui escritórios nas cidades de Natal, Recife, São Paulo, Manaus e Brasília.

Compartilhar: