Viaduto cai em BH sobre veículos e deixa dois mortos e 22 feridos

Os bombeiros deslocaram 11 viaturas e um helicóptero para a ocorrência, localizada na região norte da capital mineira

Dois caminhões, um carro e um ônibus foram atingidos na região da Pampulha. Governo de Minas confirma dois mortos e 22 feridos. Foto: Divulgação
Dois caminhões, um carro e um ônibus foram atingidos na região da Pampulha. Governo de Minas confirma dois mortos e 22 feridos. Foto: Divulgação

Um viaduto em construção desabou por volta das 15h desta quinta-feira em Belo Horizonte, deixando um saldo de ao menos dois mortos e 22 feridos. No momento, equipes de emergência trabalham no local.

O viaduto fazia parte das obras da Copa do Mundo e integrava a duplicação da avenida Dom Pedro I para instalação do BRT. As imagens de fotógrafos e cinegrafistas mostram o que seria um colapso total da obra em uma área com baixa movimentação, que, no entanto, deixou sob os escombros pelo menos um carro, dois caminhões e um ônibus.

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou até o momento duas mortes. Segundo o tenente-coronel Edgar Estevo da Silva, presente no local do acidente, uma das vítimas fatais é uma mulher que seria a motorista do coletivo atingido; o corpo da vítima ainda está no local, preso nas ferragens. Outras 13 pessoas puderam ser retiradas do ônibus e não correm risco de morrer.

De acordo com o oficial, um carro foi integralmente destruído pela queda do viaduto. As equipes de resgate ainda não tiveram acesso ao veículo, mas é possível que nele haja pelo menos uma outra vítima fatal. “Temos um veículo de passeio totalmente debaixo do viaduto; estamos sem acesso e não sabemos se existe vítima neste local”, disse.

Os outros veículos atingidos – dois caminhões a cargo da obra local – estariam vazios no momento do acidente; até o momento, é descartada a existência de vítimas em seus interiores.

Informações preliminares apontaram ao menos 19 feridos. Nove vítimas foram atendidas no local pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu), enquanto outros oito deram entrada no Hospital Risoleta Neves e dois, no Odilon Bherens. Quatro ambulências estão no local.

Os bombeiros deslocaram 11 viaturas e um helicóptero para a ocorrência, localizada na região norte da capital mineira. Os bombeiros ainda tentam acessar os veículos atingidos. Segundo informou o tenente-coronel a jornalistas no local do acidente, será necessário serrar o viaduto tombado para se ter acesso integral aos veículos atingidos.

A avenida do acidente liga o Aeroporto de Confins à região da Pampulha, próximo ao Mineirão. Segundo os bombeiros, equipes de emergência vistoriaram o entorno do viaduto, e descartaram risco iminente de outro acidente.

A região contempla também outro viaduto, cuja obra será avaliada. Em fevereiro, outro viaduto em obra na região chegou a ser interditado por risco de queda, na avenida Montese.

Compartilhar: