Sem informar à população, viaduto da BR-101 é liberado e canteiro de obras continua

Acesso que causou primeiro acidente deve ser fechado até a próxima quarta-feira

De acordo com a Semopi, presença de operários não compromete tráfego no local. Foto: José Aldenir
De acordo com a Semopi, presença de operários não compromete tráfego no local. Foto: José Aldenir

Marcelo Lima

Repórter

 

O novo viaduto da BR-101, vizinho ao estádio Arena das Dunas, finalmente foi liberado após diversos adiamentos da data para início da utilização. Mas os operários permanecem no local com a movimentação de várias máquinas sob a última peça do Complexo Viário de Natal Dom Eugênio Sales a ser entregue à população.

Durante a manhã desta segunda-feira (18), pouco mais de duas dúzias de operários ainda trabalhavam no local. De acordo com o secretário de Obras Públicas e Infraestrutura de Natal, Tomaz Neto, isso não compromete a segurança o trânsito. “Eles estão fazendo o revestimento da viga lateral, mas isso não impede o tráfego”, disse. No entanto, o trânsito sob o viaduto é eventualmente parado quando há a necessidade de realizar alguma manobra com as máquinas sob a estrutura.

Trabalhando em Natal há três anos, o taxista José Lorena acredita que o trânsito melhorou, mas o viaduto “sujou” a paisagem. “Eu acho que melhorou sim, só que fizeram errado. Deveria ser subterrâneo, porque construíram um estádio tão bonito e tamparam a frente do estádio. Quem passa na BR não vê o estádio. Mas o trânsito ficou bom”, avaliou.

Logo nas primeiras horas de uso, houve o registro de um acidente. Uma condutora entrou no antigo acesso à marginal, localizado logo após o final do viaduto. Um veículo que havia passado por baixo do viaduto vinha na mesma faixa e ambos se chocaram.

A Prefeitura de Natal não informou previamente à população quando o viaduto seria liberado nem como o trânsito funcionaria no local. O secretário Tomaz Neto garante que o viaduto e seu entorno tem a sinalização necessária. “O viaduto está sinalizado, mas a pessoa querer forçar a entrada passando por cima de 12 cones, aí não dá”, considerou.

Ainda segundo o responsável pela pasta de Obras Públicas e Infraestrutura, a interrupção do acesso à BR será definitiva. “Está com os cones provisoriamente, mas vamos fechar ali até quarta-feira, é um trabalho simples”, disse. Conforme ele, “segregadores” serão colocados realizar o fechamento definitivo do antigo acesso à marginal.

Para o taxista José Lorena, “atrasou demais e ainda entregaram o canteiro assim”. Ele também acha que o trânsito no local ainda está confuso. “Muitas vezes tive que ir direto para Nova Descoberta. Ficou bom, mas falta sinalização”, disse. Na manhã desta segunda-feira (18), apenas uma agente de mobilidade estava presente no local. O trânsito fluía normalmente sobre o viaduto e na marginal. No final do viaduto foi instalada uma câmera de monitoramento.

O equipamento servirá para quem quer entrar na marginal da BR 101 quando estiver no sentido Centro – Zona Sul. A opção pelo viaduto deve ser feito logo depois de passar pelo viaduto do Quarto Centenário. Caso o condutor não opte pelo viaduto, ele só poderá ter acesso pela marginal na altura do Natal Shopping.

O início da circulação de veículos sobre o viaduto da BR-101 ocorre mais de dois meses da cerimônia de oficial de inauguração do Complexo Viário de Natal Dom Eugênio Sales. Além dessa peça, também fazem parte do complexo seis túneis, duas passarelas e o viaduto estaiado, todos no entorno da Arena das Dunas.

Segundo a Prefeitura de Natal, o andamento das obras se seguiu de maneira recorde, mesmo com várias datas de inauguração adiadas. As obras custaram R$ 222 milhões começaram em outubro do ano passado.

Compartilhar: