Vice-governador da Paraíba defende Robinson Faria para o Governo do RN

Em entrevista exclusiva a’O Jornal de Hoje, Rômulo Gouveia destaca experiência do vice-governador Robinson Faria

Rômulo analisa: “Robinson é uma opção jovem que tem experiência acumulada devido os cargos públicos que exerceu”. Foto: Divulgação
Rômulo analisa: “Robinson é uma opção jovem que tem experiência acumulada devido os cargos públicos que exerceu”. Foto: Divulgação

Joaquim Pinheiro
Repórter de Política

A Executiva Nacional do PSD liberou o partido em todos os Estados da Federação para as alianças políticas que considerar convenientes e importantes visando o crescimento da legenda de acordo com realidades locais. Foi o que afirmou o vice-governador Rômulo Gouveia do PSD da Paraíba defendendo em seguida que no Rio Grande do Norte o candidato ao Governo do Estado seja o vice-governador Robinson Faria. “Robinson é uma nova alternativa e uma opção jovem que tem experiência acumulada devido os cargos públicos que exerceu durante sua vida pública”, disse o vice-governador paraibano, que receberá o Robinson Faria brevemente na Paraíba para visita de trabalho e cortesia.
Rômulo Gouveia entende que o atual vice-governador do Rio Grande do Norte demonstrou capacidade administrativa quando foi presidente da Assembleia Legislativa, e segundo ele, “desenvolveu um trabalho profícuo e operoso, mudando significativamente o perfil do Poder Legislativo Estadual”. Ele destaca como fundamental para o sucesso da candidatura de Robinson Faria ao Governo do Estado o fato dele pertencer a um partido novo, mas com expressiva representatividade no cenário nacional, particularmente no Rio Grande do Norte onde conta com o vice-governador, um deputado federal, deputados estaduais, prefeitos e vereadores. Para Rômulo Gouveia é necessário também que Robinson viabilize uma aliança forte e competitiva começando um entendimento com o prefeito de Natal Carlos Eduardo.

VISITA

Rômulo Gouveia informa que nos próximos dias o vice-governador do Rio Grande do Norte irá a Paraíba para conhecer ações exitosas do governo Ricardo Coutinho em setores essenciais da administração estadual, principalmente na saúde, na educação e na construção e recuperação de estradas. Instado a falar sobre o afastamento de Robinson Faria, do governo Rosalba Ciarlini, o vice-governador da Paraíba Rômulo Gouveia afirmou o seguinte: “Entendo que quando se faz uma aliança política tem que haver reciprocidade. No meu entendimento, o apoio de Robinson a Rosalba foi determinante para a vitória dela em 2010. Acho que a governadora cometeu um equívoco quando se afastou do seu vice-governador”, disse ele, lembrando que o rompimento político aconteceu no primeiro ano da gestão, portanto não caracterizou oportunismo político por parte do vice-governador.

CANDIDATURA AO SENADO

Dizendo-se amigo pessoal do vice-governador Robinson Faria e ter bom relacionamento com o senador Garibaldi Filho, o vice governador da Paraíba Rômulo Gouveia externa o desejo de disputar o Senado nas eleições do próximo ano na Paraíba. “Estamos buscando o Senado e a reeleição do governador Ricardo Coutinho”, ressalta, lembrando que o seu partido, o PSD, deverá participar da mesma aliança de 2010 formada por partidos como PSDB, DEM E PDT, por exemplo. “Tenho uma convivência política de mais de trinta anos com a família Cunha Lima e em 2014 espero contar com o apoio de Cássio Cunha Lima para me eleger senador da República”, diz o vice-governador, que na política paraibana foi vereador em Campina Grande, deputado estadual, deputado federal e presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba.

GOVERNO FEDERAL

Ao opinar sobre o tratamento dispensado ao seu Estado pelo governo Dilma Rousseff o vice-governador Rômulo Gouveia disse que o Nordeste, particularmente a Paraíba não tem merecido a atenção necessária para o seu desenvolvimento. “Com o afastamento do PSD do governo Dilma Rousseff vejo algumas dificuldades para os Estados nordestinos, principalmente para contratação de empréstimos de recursos para construção de adutoras. Entretanto, espero que sejam dificuldades conjunturais e não retaliação política”, ressalta.

PACTO FEDERATIVO

O vice-governador Rômulo Gouveia defende uma revisão do Pacto Federativo para minimizar os problemas enfrentados pelos gestores municipais, notadamente da região Nordeste do País cujos prefeitos, no seu entendimento, enfrentam uma grande crise conjuntural agravada esse ano pelos efeitos da seca. “Tem prefeito que está renunciando do cargo em função da grave crise”, enfatiza Rômulo Gouveia. Concluindo o vice-governador diz que mesmo diante das dificuldades e da falta de ações do Governo Federal na Paraíba, o governador Ricardo Coutinho está conseguindo várias realizações de grande alcance social, a exemplo do canal Acauã-Araçagi com mais de 100 quilômetros de extensão e avanços em setores importantes da administração estadual.

Compartilhar: