Vice-prefeito de Tibau do Sul é encontrado morto em matagal no distrito de Manimbu

Corpo de Adelmo Marinho foi achado pela PM na manhã desta sexta. Indícios são de morte natural

10Tib1

Diego Hervani

diegohervani@gmail.com

Na manhã desta sexta-feira (11), a Polícia Militar encontrou o corpo de Adelmo Marinho, de 56, e que era vice-prefeito de Tibau do Sul, no litoral do Rio Grande do Norte. Ele estava desaparecido desde a última quarta-feira (9), quando tinha saído para uma caminhada. Segundo o tenente Daniel Costa, comandante do pelotão de Pipa, o cadáver estava em um local de mata fechada no distrito de Manimbu e não aparentava sinais de violência.

“Ele costumava utilizar essa trilha para caminhar e ir visitar algumas pessoas da comunidade. Ele era muito popular na região. A família procurou a PM no final da tarde de quarta-feira informando que a vítima tinha saído de casa no início daquela tarde e ainda não tinha voltado. A família estava preocupada, já que não conseguiam entrar em contato com ele”. Na tarde de quinta-feira (10), passada 24 horas desde que o desaparecimento foi registrado na polícia, as buscas começaram.

10Tib2

“Começamos a busca nesta quinta, logo que as 24 horas foram completadas. Começamos somente com policiais militares e cães farejadores. Porém, como não encontramos, tivemos que suspender quando anoiteceu. Pedimos o apoio do Corpo de Bombeiros e também da Polícia Civil, mas eles nem precisaram nos ajudar, já que encontramos o corpo pouco tempo depois que começamos as buscas pela manhã”, explicou o tenente Costa.

Ainda segundo o tenente, desde o princípio a polícia trabalha com as hipóteses de morte natural ou suicídio. “Escutamos algumas pessoas e desde o princípio descartamos as hipóteses de assalto ou sequestro. Quando encontramos o corpo reforçamos ainda mais a nossa tese de que foi morte natural. O corpo já tinha alguns sinais de decomposição, mas não apresenta nenhuma marca de agressão. Além disso, pelo que vimos objetos como celular, relógio e carteira ainda estavam com a vítima”. O corpo de Adelmo foi transportado para o Instituto-Técnico Cientifico da Polícia (Itep), onde serão feitos exames para identificar a motivo da morte.

Compartilhar:
    Publicidade