Videogame, dedetização e sabonete líquido são exigências das seleções

Os atletas querem consoles Playstation 4, cujo preço médio é R$ 4.000, Xbox One (R$ 3.000) e Nintendo Wii

As seleções têm até o próximo dia 31 para definir onde se hospedarão durante a Copa do Mundo –apenas quatro das 32 ainda não oficializaram suas bases. E alguns hotéis, principalmente nas regiões Sudeste e Sul, já estão recebendo as listas de exigências dos hóspedes-boleiros.

Os pedidos vão de sabonete líquido e dedetização a videogames de última geração, acesso a emissoras de TV de seus países e fiscalização da compra de alimentos.

Portugal pediu ao hotel The Palms, em Campinas, que todos os quartos tenham televisão com entrada para videogames e reforço na internet, para que a delegação possa jogar em rede.

Exigência semelhante foi feita pela França. Com hospedagem no Hotel JP, em Ribeirão Preto, a delegação exigiu que fosse montada uma sala para videogames.

Os atletas querem consoles Playstation 4, cujo preço médio é R$ 4.000, Xbox One (R$ 3.000) e Nintendo Wii.

Outra demanda é de higiene. Os franceses querem que os sabonetes em barra sejam trocados por líquidos.

“Pediram que comprássemos dois tipos líquidos: um para o banho e outro para as mãos”, disse Luciana Marotta Guimarães, gerente do JP.

A Federação Francesa de Futebol informou que o hotel corresponde “perfeitamente” às expectativas. Para a entidade, Ribeirão tem temperaturas iguais às da França em junho –mínima em torno de 13ºC e máxima, em 26ºC.

Hotel JP em Ribeirão Preto, onde a França ficará hospedada na Copa. Foto: Paulo Whitaker/Reuters
Hotel JP em Ribeirão Preto, onde a França ficará hospedada na Copa. Foto: Paulo Whitaker/Reuters

 

O La Torre Resort, em Porto Seguro (BA), fará um tratamento intensivo de dedetização dos quartos para hospedar seleção da Suíça.

“Garantimos que nenhum pernilongo atrapalhará o sono dos jogadores”, disse Luigi Rotunno, diretor do hotel.

No assunto comida, todas as delegações já informaram aos hotéis que trarão seus próprios chefs. O da Rússia, que ficará em Itu, exigiu acompanhar os funcionários do hotel ao Ceagesp (companhia de entrepostos) de Sorocaba, cidade vizinha à sua base, para selecionar alimentos.

O aeroporto de Viracopos atraiu sete seleções para a região de Campinas. Além de Portugal e Nigéria, baseadas justamente na cidade, foram escolhidas Sorocaba (Argélia), Porto Feliz (Honduras), Águas de Lindoia (Costa do Marfim) e Itu (Rússia e Japão).

A Alemanha definiu Santa Cruz de Cabrália (BA), a cerca de 750 km ao sul de Salvador, como sua casa na Copa.

A delegação alemã decidiu montar o próprio centro de treinamento na cidade.

Parte da delegação, no entanto, ficará hospedada junto com os suíços no La Torre, em Porto Seguro (BA).

Menos rigoroso, o time da Costa do Marfim fez dois pedidos ao Oscar Inn Eco Resort, de Águas de Lindoia: iluminação nos campos de treinamento e modernização de equipamentos da academia.

 

Fonte: Folha de SP

Compartilhar: