Torcedor que atirou banana em Daniel Alves nunca mais poderá no estádio do Villarreal

Em nota oficial, clube disse que sabe quem foi o autor de ato racista e que ele nunca mais assistirá a um jogo no El Madrigal

Daniel Alves come a banana atirada contra ele no "El Madrigal", estádio do Villarreal. Foto: Divulgação
Daniel Alves come a banana atirada contra ele no “El Madrigal”, estádio do Villarreal. Foto: Divulgação

Um dia depois do ato racista sofrido por Daniel Alves no jogo do Barcelona pelo Campeonato Espanhol contra o Villarreal, o clube mandante da partida divulgou nota em seu site oficial em que afirma ter identificado o homem que atirou uma banana contra o jogador brasileiro e que ele nunca mais poderá assistir a um jogo no “El Madrigal”, estádio do Villarreal.

“Graças às forças de seguranças e à inestimável colaboração da exemplar torcida amarela, o clube já identificou o autor (do ato racista) e decidiu retirar seu carnê de sócio, além de proibir seu acesso ao estádio El Madrigal pelo resto da vida”, disse o Villarreal na nota, sem dar o nome do agressor.

O time espanhol reiterou que lamenta o que aconteceu na sua casa e que tomará a mesma atitude caso algum incidente racista se repita nos próximos da equipe no estádio. No domingo, Daniel Alves foi irônico após o ato racista e comeu a banana atirada no campo.

“O Villarreal volta a manifestar seu compromisso com o respeito, a igualdade, a desportividade e pelo jogo limpo, tanto dentro como fora do campo, e rechaça qualquer ato que vá contra os ditos princípios, como violência, discriminação, racismo e xenofobia”, completou o clube.

Fonte: IG

Compartilhar: