Violência Contra a Mulher: Comitê discute os cinco eixos para 2014

Mais uma vez, atividades a serem desenvolvidas em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, também foram discutidas

 

Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 8 de março. Foto:Divulgação
Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 8 de março. Foto:Divulgação

O Comitê Estadual de Enfrentamento da Violência contra a Mulher realizou nessa segunda-feira (20) o segundo encontro de 2014 e discutiu os cinco principais eixos para a programação do ano. A reunião contou com a participação da juíza Fátima Soares, representante do Tribunal de Justiça do RN na entidade, com a promotora Érika Canuto, do Ministério Público, e com a deputada estadual Márcia Maia, representando a Assembleia Legislativa. “Discutimos, em especial, a implementação dos mecanismos de melhoria no atendimento das Delegacias da Mulher”, frisou a juíza Fátima Soares.

Entre os cinco eixos está a defesa da criação de mais uma promotoria e de mais uma vara de violência doméstica e família e a cobrança, à governadora Rosalba Ciarlini, para que assine o decreto que disciplina as atribuições das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAMs). Os plantões nessas unidades de polícia e a luta pela manutenção da Secretaria Municipal da Mulher (SEMUL) em vias de ser extinta pelo prefeito Carlos Eduardo, também estão entre os pontos principais para ação em 2014.

Mais uma vez, atividades a serem desenvolvidas em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, também foram discutidas. A intenção do Comitê é desenvolver ações diversas, cada instituição responsável por uma realização.

Também participaram do encontro, representantes da Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil no RN (OAB/RN), Conselho Municipal dos Diretos da Mulher, Assembleia Legislativa (Gabinete de Márcia Maia) e Sociedade Civil Organizada.

Compartilhar:
    Publicidade