Viva o carnaval!

Pedro acordou cedo neste sábado de carnaval. Havia dormido mal, já que não estava acostumado com o colchão fino e…

Pedro acordou cedo neste sábado de carnaval. Havia dormido mal, já que não estava acostumado com o colchão fino e apertado onde precisou se acomodar junto aos seus outros três irmãos. A mãe, cansada da viagem, improvisou uma rede entre as árvores para conseguir fechar os olhos ao menos alguns minutos da madrugada.

Com o sol já quente, quando todos já estão de pé, é hora de começar o trabalho. Nas ruas da cidade grande, onde eles só vão em momentos festivos assim, as pessoas comemoram alegremente, como se vivessem em um verdadeiro Jardim do Éden, mas com maravilhas que não passam de ilusões.

O homem mais abastado, com roupa de grife e nariz empinado, passa por eles sem perceber sequer a existência dos mesmos. A mulher, tão linda que mais parecia uma modelo, loira e de olhos azuis, pula e dança como se estivesse sozinha. Nem mesmo parece enxergar a mãe ao lado dos rebentos.

O pequeno Pedro, o herdeiro mais velho, é o primeiro a começar o trabalho. Com o saco nas mãos, vai percorrendo as ruas da cidade tomadas pela folia de momo. Como é mais rápido que os demais, sempre acaba enchendo mais sacolas, o que rende um bom dinheiro para a sua família.

Ao fim da tarde, cansados e com fome, é hora de revender o material reunido durante o raiar do dia. São mais de cinco sacolas abarrotadas. Cada uma delas deve passar de 1 quilo no momento do peso, quando enfim todos saberão o tamanho do pagamento a que terão direito. Mas, com certeza, dará para garantir a comida de alguns dias.

Com um sorriso aberto no rosto, a mãe recebe o dinheiro feliz. Junta suas crias e segue em busca da alimentação daquele dia, já com o pensamento no trabalho que terá a noite, quando, de novo, a população irá as ruas celebrar o desconhecido. Uma rotina que se repetirá pelos próximos quatro dias.

Já de barriga cheia, Pedro olha sorridente para a sua mãe, que quase não consome nada durante o jantar, forma encontrada para fazer sobrar mais comida para os filhos. O garoto a abraça e avisa que, daquela noite em diante, vai pegar ainda mais latinhas de alumínio para garantir o pão e a sopa de todos. Viva o carnaval!

 

ALIANÇAS

Há um entendimento difícil no horizonte da aliança entre PSD e PT: a aliança proporcional. Os dois partidos terão que decidir se caminham juntos também nas disputas pelas vagas na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa. Caso optem por chapas separadas, colocam em risco a reeleição de um dos seus deputados federais. Se ficarem juntos, o risco passa para o mandato petista na Assembleia.

A FAVOR DO PMDB

Por enquanto, as articulações para o pleito de 2014, de certa forma, caminham do jeito que o PMDB mais queria. Sem uma candidatura disparada favorita na corrida pelo governo e com a indefinição do pleito favorecendo seu principal nome no momento, o deputado Henrique Eduardo Alves, que evita assim virar alvo de possíveis adversários de forma antecipada.

DE OLHO NO FUTURO

Em tempo: se a união entre PSD e PT ainda precisa de empenho para atrair mais aliados, o que é fundamental para fortalecer minimamente o palanque da dupla, a confirmação do nome do PMDB já atrairá, quase de forma automática, o apoio de várias legendas. PR, Pros e PV já até declararam suas posições favoráveis a aliança com os peemedebistas. Outros partidos caminham nessa mesma direção. A luta é dura.

PEDRA NO CAMINHO

Já a governadora Rosalba Ciarlini, pelo visto, manterá a expectativa quanto a sua candidatura ou não a reeleição até o último momento. Até porque, juridicamente, ainda precisará de muito empenho para afastar qualquer possibilidade de ficar sem condições de participar do pleito. Hoje, são grandes as chances da Rosa ser considerada inelegível para as urnas desse ano.

VERGONHA

Incrível. O viaduto do baldo está interditado há quase dois anos. Mais da metade desse tempo, já sob a responsabilidade do prefeito Carlos Eduardo Alves. Mas, apesar disso tudo, somente ontem a Prefeitura levou um engenheiro para inspecionar o local. Apenas na próxima quinta-feira pós-carnaval será divulgado um laudo sobre a obra. Enquanto isso, o natalense tenta se esquecer dos problemas na folia carnavalesca.

ANTES TARDE…

O ABC resolveu fazer uma limpa no elenco após pífio desempenho no primeiro turno do Campeonato Estadual. Com time reduzido, sobrará mais recursos para investimentos em atletas com melhor qualidade técnica, com o objetivo de entrar fortalecido na disputa final do torneio. ABC tenta acertar enquanto há tempo.

DIA DE FAZER HISTÓRIA

Este domingo de carnaval pode se transformar em uma data histórica para o Alecrim. E não tem nenhuma relação com a folia. O clube enfrentará o América às 17h no Ninho do Periquito em uma partida decisiva. Caso saia de campo vencedor, o Verdão será o líder do Estadual a uma rodada do fim, precisando torcer apenas por um tropeço do Globo contra o ABC para se manter na dianteira. O último título do Verdão foi em 1986.

AGRADECIMENTO

Por um lapso, este colunista deixou passar em branco a data em que completou um ano ininterrupto de coluna neste bravo JH. Foi no dia 25 de fevereiro de 2013 que o rosto deste que vos escreve apareceu pela primeira vez neste canto de página. De lá para cá, foram muitas palavras. Obrigado aos leitores pela companhia de sempre.

GIRA MUNDO

O governador petista do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, visitou secretamente o correligionário José Dirceu no Complexo Penintenciário da Papuda. A visita ocorreu no dia 20 de fevereiro. Não constava na agenda do gestor nem foi autorizada pela Vara de Execuções Penais do DF. A informação foi veiculada pela revista Veja. Procurado, Agnelo confirmou que esteve com Dirceu na prisão, disse que o encontro foi “casual” e alegou ter participado de uma inauguração em local próximo da Papuda. E “aproveitou” o evento para realizar uma “inspeção” na penitenciária.

Compartilhar: