Você sabe mesmo o que tem dentro do seu suplemento alimentar ?

Mesmo quem não malha pode consumir suplementos alimentares, desde que enquadrados adequadamente na dieta

Suplementos como whey protein, caseína e bcaa podem ser consumidos em horários específicos para promover seus efeitos benéficos ao organismo e ao treinamento. Foto: Divulgação
Suplementos como whey protein, caseína e bcaa podem ser consumidos em horários específicos para promover seus efeitos benéficos ao organismo e ao treinamento. Foto: Divulgação

Nomes como whey protein, bcaa, creatina, carnivor são familiares para você? Febre em academias e componente obrigatório na dieta de atletas de alta performance, alguns suplementos alimentares ganharam popularidade rapidamente. Mas para quê serve cada um deles? Qualquer um pode tomar? A nutricionista Angela Martins, da NeoNutri, explica o que tem dentro de cada um deles e quais são os prós e contras para a saúde e a manutenção da boa forma.

Segundo a especialista, o primeiro passo é entender que existem diversos tipos de suplementos como: os hipercalóricos (para ganho de peso), os proteicos (para ganho de massa muscular), os termogênicos (para emagrecimento), os antioxidantes (para prevenção do envelhecimento precoce) os “pré-hormonais” (para estimulação de produção natural de hormônios).

“Além disso, eles podem ser consumidos para prevenir e tratar algumas doenças”, explica Angela. “Os suplementos não substituem a alimentação. diferente disso eles servem como um complemento da dieta e devem ser ingeridos sempre com orientação profissional”, completa.

 

Mas, qual a hora certa de começar a tomar?

Para Angela, mesmo quem não malha pode consumir suplementos alimentares, desde que enquadrados adequadamente na dieta, para complementar os nutrientes diários.

– As necessidades nutricionais, aumentam de acordo com a intensidade do exercício, podendo a pessoa acrescentar alguns suplementos já no início do treinamento, e outros conforme for intensificando seu treino”.

Por isso, consultar um profissional é o ideal, até para saber qual deles é o mais indicado para o funcionamento do seu organismo

Quem toma, necessariamente, precisa fazer exercícios com frequência?

A nutricionista responde que as necessidades nutricionais de cada um são individualizadas. E os suplementos, como estão diretamente ligados a eles, devem ter dosagens calculadas corretamente. “Por isso, se bem orientado, até mesmo quem não pratica atividades físicas regulares pode fazer uso de alguns suplementos e se beneficiar deles”, completa.

Embora sejam considerados alimentos, alguns suplementos necessitam de alguns cuidados para o consumo, por exemplo a cafeína que, para pacientes hipertensos e cardiopatas deve ser administrada em dosagens pequenas ou até mesmo não ser indicada. Por isso, fique atento (a) às doses indicadas e aos nutrientes de cada suplemento!

Quais são os melhores horários para consumir?

Suplementos como whey protein, caseína e bcaa podem ser consumidos em horários específicos para promover seus efeitos benéficos ao organismo e ao treinamento. Um exemplo é a cafeína, geralmente indicada no momento pré-treino, preferencialmente nos períodos da manhã e tarde, pois se consumida a noite, pode interferir na qualidade do sono.

A nutricionista complementa: “É sempre bom ficar atento aos rótulos dos suplementos, para averiguar se não possui alergia ou intolerância a qualquer componente da fórmula”

yjetyj

Conheça o que tem dentro de cada um dos suplementos

Whey Protein: proteína do soro do leite, contém todos os aminoácidos essenciais que o corpo precisa

Creatina: produzida no fígado e rins a partir de três aminoácidos – e grande parte é armazenada nas células musculares, servindo como fonte de energia

Maltodextrina: carboidrato complexo, proveniente da conversão enzimática do Amido do Milho

Albumina: proteína presente na clara do ovo e principal proteína do sangue

BCAA: aminoácidos de cadeia ramificada, ajudam no combate a fadiga e no ganho de massa muscular

Arginina: Aminoácido responsável pela produção do Óxido Nítrico (gás capaz de promover vasodilatação, aumentando a nutrição e oxigenação muscular)

 

Fonte: Andréa Martinelli, do R7

 

 

Compartilhar:
    Publicidade