Voluntários recebem capacitação para emergências durante a Copa

Jovens trabalharão durante os dias dos jogos da Copa do Mundo que serão realizados em Natal

Curso-de-Capacitacao-de-voluntarios-para-copa-HD

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza neste sábado, 3, e domingo, 4, mais uma etapa da capacitação dos voluntários para a Copa do Mundo. Durante todo o dia, os participantes tiveram aulas voltadas para o atendimento pré-hospitalar, controle de pânico e combate a incêndios, ministradas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e do Rio Grande do Norte.

Segundo a pró-reitora adjunta de extensão da UFRN e coordenadora da iniciativa, Conceição Fraga, a ação tem o objetivo de preparar os voluntários para situações nas quais será necessário dar os primeiros socorros a visitantes. “O curso de hoje é uma oficina com o corpo de bombeiros, com 15 grupos de voluntários para treinamento em noções de primeiros socorros, pânico e incêndio. Trabalhos direcionados a multidão, para que possamos recepcionar melhor os nossos visitantes” afirmou.

O curso tem a participação de equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, composta por 5 profissionais, e do Rio Grande do Norte, com 21, que coordenam a ação de capacitação dos voluntários. O curso é dividido em 2 momentos, um teórico, realizado no setor de aulas III e outro prático, que utilizará as estruturas do Núcleo de Pesquisas em Alimentos e Medicamentos (Nuplam), com oficinas de simulação.

O major Eloízio Ferreira, do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, afirma que com o treinamento, os voluntários estarão preparados para controlar situações de risco e emergência. “Eles serão os olhos avançados do Corpo de Bombeiros durante o evento. O mais importante é que eles irão receber aqui orientações de como agir, da melhor forma possível, quando se deparar com situações de emergência. Eles irão conseguir detectar uma situação de pré-tumulto e ter como lidar com esse tipo de caso” disse.

“Estamos dando a parte teórica em sala de aula e logo depois, faremos uma parte prática de reanimação cardiopulmonar, de uso de extintores e dos hidrantes de parede. Assim, eles estarão aprendendo a utilizar os equipamentos necessários para prevenção de acidentes” disse o major Eloízo quando questionado como seria a capacitação dos voluntários.

Ele esclarece que em casos de emergências, os voluntários poderão prestar socorros, mas que todo controle da situação ficará sobre comando do Corpo de Bombeiros. “Aqui eles aprenderam as primeiras respostas, verificando se local é seguro para a aproximação, por exemplo, além de saber qual órgão deve contatar inicial. Ele será uma peça chave, já que criará a chamada e poderá iniciar a estabilização do local, podendo, com as informações disponíveis, já iniciar reanimações cardiopulmonares, caso for necessário” disse o Major Eloízio.

O treinamento presencial dos voluntários nas cidades-sedes da Copa ocorre por meio do projeto “Desenvolvimento de Processos Inovadores para Formulação de Políticas Públicas de Voluntariado em Megaeventos”, desenvolvido pela Universidade de Brasília (UnB) em parceria com o Ministério do Esporte.

Compartilhar:
    Publicidade