Voos atrasam após homem pular cerca e invadir pista de aeroporto

Segundo a Polícia Federal, o homem, de cerca de 30 anos, não era passageiro nem funcionário de empresa aérea ou terceirizada

Aeroporto registrou inúmeros atrasos e voos cancelados após invasão da pista. Foto:Divulgação
Aeroporto registrou inúmeros atrasos e voos cancelados após invasão da pista. Foto:Divulgação

Um homem invadiu ontem (23) à tarde a pista de taxiamento do aeroporto de Congonhas (zona sul de São Paulo). Ele foi detido e, mais tarde, liberado.

A invasão interrompeu os pousos e decolagens no aeroporto por nove minutos, das 17h17 às 17h26, o que atrasou a partida ou chegada de cerca de 20 voos em Congonhas.

O efeito continuou depois da reabertura: até as 21h30 a maioria dos voos ainda apresentava atrasos de até 30 minutos, segundo dados da Infraero, estatal que gere o aeroporto.

Durante todo o dia, 10% dos voos atrasaram, de acordo com a Infraero.

PULOU A CERCA

Segundo a Polícia Federal, o homem, de cerca de 30 anos, não era passageiro nem funcionário de empresa aérea ou terceirizada.

Ele invadiu o aeroporto ao pular uma cerca de três metros com arame farpado em cima, pela avenida Washington Luís, na altura do pavilhão de autoridades de Congonhas. De lá, subiu um barranco e chegou à pista de taxiamento, por onde os aviões passam antes de decolar.

Ainda segundo a PF, o homem foi imediatamente visto por funcionários da Infraero e detido.

Na delegacia da PF no aeroporto, ele disse estar em busca de “uma pessoa”, aparentando confusão mental, segundo um policial federal.

A polícia ouviu o homem e disse ter constatado que ele não tinha intenção de cometer nenhum crime ao invadir a pista.

Segunda a polícia, ele estava apenas abalado, aparentemente por causa de uma desilusão amorosa, e acabou sendo liberado.

Fonte:FSP

Compartilhar: