Walmart traça enxugamento e planeja fechar mais 25 lojas no Brasil

O Walmart tem se habituado a caminhar na contramão do pleno emprego e aumentar os índices de desocupação medidos pelo IBGE

O Walmart vai festejar os 10 anos de aquisição do Bompreço. Foto:Divulgação
O Walmart vai festejar os 10 anos de aquisição do Bompreço. Foto:Divulgação

O Walmart vai festejar os 10 anos de aquisição do Bompreço, a serem completados em março, com todo o tipo de contracionismo.

A celebração inclui fechamento de lojas, redução de investimentos, notadamente em marketing, e demissões. Esta, no entanto, é apenas a ponta do iceberg.

O Walmart parece estar se esfarelando no Brasil. Segundo fontes ligadas à própria empresa, os norte-americanos estariam decididos a enxugar ainda mais sua rede no país, avançando na sangrenta reestruturação iniciada no ano passado. A meta seria desativar, até o fim de 2014, 50 pontos de venda, o dobro da quantidade originalmente anunciada.

Além dos hipermercados com a bandeira Walmart e da nordestina Bompreço, os cortes afetariam também as redes Big e Nacional, ambas com forte presença no Sul do país. De acordo com as mesmas fontes, as medidas poderão atingir cerca de 1,5 mil funcionários.

Aliás, o Walmart tem se habituado a caminhar na contramão do pleno emprego e aumentar os índices de desocupação medidos pelo IBGE. Desde novembro, teria demitido cerca de 300 empregados na área administrativa.

Procurado pelo RR, o Walmart negou o fechamento de novas lojas, além das 25 já anunciadas no ano passado. Informou ainda que, em 2013, investiu R$ 1 bilhão no Brasil.

Fonte:Terra

Compartilhar:
    Publicidade