Wilma destaca ações que realizou para viabilizar Copa em Natal e Aeroporto‏

"Me sinto realizada hoje, porque sei que não foi em vão a luta que tivemos para fazer Natal ser sede da Copa", destacou

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, participou de dois momentos importantes para o desenvolvimento Natal e Rio Grande do Norte na manhã desta segunda-feira (09): inaugurações das obras de mobilidade no entorno do Arena das Dunas e do Aeroporto Governador Aluisio Alves em São Gonçalo do Amarante.

Em Natal, Wilma ressaltou sua ousadia quando apresentou a candidatura de Natal para ser sede da Copa do Mundo, porque sabia que a cidade ganharia obras estruturantes e que solucionaria um dos problemas mais graves da capital: o trânsito. “Me sinto realizada hoje, porque sei que não foi em vão a luta que tivemos para fazer Natal ser sede da Copa”, destacou.

A vice-prefeita enfatizou ainda todo o empenho do prefeito Carlos Eduardo e equipe da prefeitura para fazer em um ano e cinco meses as obras que eram para ter sido feitas em quatro anos. “E queremos parabenizar também as empresas que foram capazes de superar todas as adversidades, assim como todos os operários que fizeram essas obras acontecerem”, observou.

A ex-governadora enfatiza ainda sua determinação e de sua equipe para a viabilização da primeira Parceria Público-Privada, que fez com que o Aeroporto de São Gonçalo se tornasse realidade. “Sabíamos que este terminal seria determinante para a evolução do nosso estado e concretização de vários projetos que lutamos para acontecerem e impulsionarem nossa economia, inclusive como a Zona de Processamento de Exportação, que está sendo criada na região e teve seu processo iniciado no nosso governo”.

O trabalho de Wilma para viabilização dos investimentos foi destacado por políticos, como o prefeito Carlos Eduardo, o ministro da Aviação, Moreira Franco e o presidente da Câmara Federal, o deputado Henrique Alves. “Nosso reconhecimento à ex-governadora Wilma. Naquela época nem éramos aliados, mas somávamos pelo bem do nosso estado”, disse o líder peemedebista.

Compartilhar: