Yaya Touré culpa City por não poder passar tempo com irmão que morreu

Volante disse que seu time o impediu de passar alguns dias com Ibrahim Touré, que morreu na semana passada, vítima de câncer

Yaya Touré durante treino da Costa do Marfim. Foto: Divulgação
Yaya Touré durante treino da Costa do Marfim. Foto: Divulgação

O volante Yaya Touré mostrou toda sua irritação com o Manchester City após a morte de seu irmão, Ibrahim, na semana passada. O marfinense, que está no Brasil representando seu país na Copa do Mundo, disse que os Citizens se recusaram a lhe dar quatro dias de folga para visitar seu irmão, vítima de câncer.

“Após ganharmos o título inglês, queria quatro ou cinco dias ao lado do meu irmão antes de ir para a Copa, mas o City não me liberou. Tive que ir para Abu Dhabi para jogar amistosos ao invés disso. Por sorte, meu irmão Kolo (zagueiro do Liverpool) estava com ele. Os oficiais do clube sabiam que a saúde do meu irmão estava deterioriando. Eu culpo a mim mesmo por não ter batido o pé e ter feito o City me respeitar”, comentou Touré à revista “France Football”.

De acordo com o “Daily Mail”, o Manchester City insiste que Touré não pediu para ser liberado e, se o tivesse feito, o dias de folga seriam dados sem hesitação. A briga entre as partes pode significar um divórcio, com o marfinense já tendo sinalizado sua vontade de sair do clube em algumas oportunidades.

Fonte: Lancenet

Compartilhar: